segunda-feira, 2 de março de 2009

O PADRE MÁRIO DA LIXA FOI POLÉMICO, CONVICTO E ENTUSIASTA






A CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL EUROPEIA É MARCADA PELO JUDEU JESUS DE NAZARÉ?

No passado dia 26 de Fevereiro de 2009 foi este o tema das Conversas na Cabana. A adesão foi extraordinária e a Cabana dos Parodiantes estava repleta.

Do currículo do convidado :

O nosso convidado, o presbítero Mário Pais de Oliveira, nasceu na freguesia de Lourosa (Santa Maria da Feira) em 8 Março 1937. É o último de três filhos, tendo a sua mãe sido jornaleira nos campos e o pai operário numa fábrica de serração de madeiras, anos mais tarde, emigrante em Moçambique.
Em Outubro de 1950: deu entrada no Seminário da Diocese do Porto. Tendo sido em 5/8/62 ordenado padre, na Sé Catedral do Porto.
Em Outubro 1962: começou a ser coadjutor na Paróquia de Santo António das Antas (Porto), mas, antes do primeiro ano terminar, já o respectivo pároco, incomodado com a sua maneira popular e evangelicamente desestabilizadora de exercer o ministério, estava a pedir ao Administrador Apostólico da Diocese a sua remoção.
Em Outubro 1963: iniciou-se como professor de Religião e Moral primeiro no Liceu Alexandre Herculano (Porto) e dois anos depois no Liceu D. Manuel II, Assumiu, ainda, por essa altura funções de assistente diocesano da JEC (Juventude Escolar Católica).
Em Agosto 1967: foi abruptamente interrompido nesta sua missão pastoral pelo Administrador Apostólico da Diocese, por suspeita de estar a dar cobertura a actividades consideradas subversivas dos estudantes (concretamente, por favorecer o movimento associativo, coisa proibida pelo regime político de então).
Foi nomeado capelão militar, sem qualquer consulta prévia, foi obrigado a frequentar, de imediato, durante cinco semanas, um curso intensivo de formação militar, na Academia. Em Novembro 1967 desembarcou na Guiné-Bissau, como alferes capelão mas logo em Março do ano seguinte já regressava à sua Diocese depois de ter sido expulso de capelão militar, por ter ousado pregar, nas Missas, o direito dos povos colonizados à autonomia e independência.
As nomeações e exonerações prosseguiram. Em Outubro de 1969 começou a paroquiar a freguesia de Macieira da Lixa (Felgueiras).
Em Julho 1970: foi preso pela PIDE/DGS, tendo saído de Caxias em Março do ano seguinte, depois de ter sido julgado e absolvido pelo Tribunal Plenário do Porto. Em Março 1973 voltou a ser preso pela PIDE/DGS, tendo saído em liberdade quase 1 ano depois, no termo do 2º julgamento no mesmo Tribunal. Esta nova detenção custou-lhe a paróquia de Macieira da Lixa.
No dia 25 de Abril 1974, em casa dos seus pais, concede a sua primeira entrevista ao Jornal de Notícias.
Em Janeiro 1975 passou a ser jornalista profissional na delegação do Porto, do saudoso vespertino "República".
Em Outubro 1975: ficou sem qualquer ofício pastoral na Igreja do Porto, em consequência de ter sido aceite pelo Bispo da diocese o pedido de demissão dos três párocos (Sé, S. Nicolau e Miragaia) que coordenavam a Equipa Pastoral da Zona Ribeirinha do Porto que o Padre Mário integrava desde Maio do ano anterior.
Actualmente, é director do Jornal FRATERNIZAR, desde a sua fundação, em Janeiro de 1988. Reside actualmente em Macieira da Lixa e subsiste da sua parca reforma de jornalista.

Da mensagem:

O presbítero Mário na sua exposição inicial e na resposta às muitas perguntas que surgiram durante o debate, procurou fazer a destrinça entre um Jesus, histórico, o de Nazaré, e um Jesus, manipulado por escribas e mensageiros, que ao longo dos séculos exacerbaram uma dimensão divina, não raras vezes em detrimento da sua humanidade.
Jesus de Nazaré – e não o de Belém – não faz milagres, afirmou o Padre Mário. Nasceu como todos os homens e mulheres, de uma mãe Maria, hebraica, e de um pai, provavelmente um soldado romano, a força ocupante do território, que a terá (presumivelmente) violado.
Jesus não saiu enquanto jovem de Nazaré, e o presbítero Mário insurge-se com o episódio bíblico que narra a fuga de Jesus e da sua família para o Egipto, avisados por um anjo, permitindo, no entanto, por omissão, que todas as demais crianças da sua idade fossem assassinadas pelo imperador romano. “É uma criação literária”, conclui.
Foi aparentemente a origem humilde de Jesus que o fez aproximar-se dos mais desfavorecidos e com eles compartilhar angústia, dor, sofrimento.
O Deus de Jesus é o SALVADOR. Não é originário de Deus o que causa vítimas humanas. Deus não carece de tantos sacrifícios de animais. “Isso é idolatria” e é dessa prática religiosa que Jesus de Nazaré discorda e contra ela prega.
Na sua caminhada ele afronta o poder instituído (político, económico e religioso), a chama que o alimenta e alumia é a sua espiritualidade e a convicção de que o Homem é capaz de tomar nas suas mãos o seu destino, “bastando” para tal que Acredite nas suas potencialidades e de que pode influir, pela partilha com o outro, a sua vivência colectiva.
Jesus apela ao que de melhor há no interior de cada homem e a que cada um valorize as suas capacidades e as ponha ao serviço do BEM comum.
As Igrejas são estruturas hierarquizadas, de controlo e regulação que não propiciam espaços de reflexão, nem facilitam o desenvolvimento do ser humano enquanto entidade autónoma, dotada de capacidades que importaria potenciar ao invés de os reduzir à necessidade de IDOLATRAR um Deus propalado pelos funcionários das Igrejas, que não O de Jesus de Nazaré.
Polémico, convicto e entusiasta o Padre Mário envolveu-nos durante mais de 3 horas.
Obrigado Padre Mário, foi um privilégio!




Hélder Manuel Esménio ( moderador da tertúlia )

49 comentários:

Anónimo disse...

muito eu gostava de ter estado aí :)

Anónimo disse...

e Sr. Padre Mário da Lixa gosta muito de se chamar presbitero, mas de presbitero o que tem é o nome, pois tudo o que tem feito é criticar a Igreja.criticar criticando aquilo que Cristo ensinou.

alberto jorge disse...

Fui, nos idos anos de 1965, aluno do Padre Mário, tinha ele, salvo erro, 25 anos. Foi, nessa altura, mobilizado para a Guiné.
O que ficou dessas muito boas memórias, que conservo intactas, foi o incentivo, diário, ao respeito pelo semelhante e as suas ideosincrasias. Sem excepções. Penso que essa é Verdadeiramente a palavra de Jesus. Nem sempre a Igreja honra essa herança. Por motivos vários.
Portanto, com alegria o sublinho, o Pe Mário continua a sua jornada de emancipação do Homem.

Alberto Jorge disse...

Fui, nos idos anos de 1965, aluno do Padre Mário, tinha ele, salvo erro, 25 anos. Foi, nessa altura, mobilizado para a Guiné.
O que ficou dessas muito boas memórias, que conservo intactas, foi o incentivo, diário, ao respeito pelo semelhante e as suas idiocincrasias. Sem excepções. Penso que essa é Verdadeiramente a palavra de Jesus. Nem sempre a Igreja honra essa herança. Por motivos vários.
Portanto, com alegria e sublinho, o Pe Mário continua a sua jornada de emancipação do Homem.

alberto jorge disse...

J+a agora...
Eu frequentava a casa dele, como de resto uma boa quantidade de colegas que o admiravam e que gostavam de o ouvir falar das coisas.Obviamente, nunca nos falou de opções políticas.
Vinha com a sua bata azul e com umas mangas de alpaca com que fazia a limpeza da casa e conversava. Partilhava tudo o que existia dentro de portas. O gravador de bobine com música do Adamo e a guitarra acústica.
Partilhava sobretudo essa grande alegria de viver e de estar de bem consigo mesmo e com os outros. Por vezes ficava triste por alguns menos civilizados estragarem isto ou aquilo. Mas nunca a sua feição se tornou menos afável.E na hora de irmos para as aulas corria junto connosco, para chefarmos a horas, porque o yempo passava a correr.
Grande abraço muito fraterno, Padre Mário. A neve pôs cor nos teus cabelos, a tua pele mostra as estradas que percorreste, mas o teu coração bate, como sempre bateu, do lado certo.

pmdal disse...

que padre é este que tudo o que tem feito é criticar os ensinamentos de Cristo, interpretando-os conforme a sua vontade de homem e contra a tradição da Igreja, Igreja essa establecida por Cristo..será padre ou será um infiltrado?

alberto jorge disse...

Peço perdão, mas realmente o que o Pe Mário defende é exactamente o que Cristo pregou: Amor entre os Homens. Se a Igreja, por motivos vários se afastou desse pendor, e não é difícil constatar isto mesmo, fê-lo por razões que nem interessa estar aqui a discutir, por serem demasiado delicadas. Tenho por certa uma coisa:O Pe Mário pais de Oliveira, desde que o conheço, faz 45 anos, tem dedicado, DESINTERESSADAMENTE a sua vida à promoção do seu semelhante, enquanto ser humano, e à sua felicidade, sendo para isso necessário, por vezes, ser "contra-poder". E é isso exactamente que incomoda os mais "obedientes". Fossem muitos como ele e eu, pessoalmente, não teria deixado de frequentar a Igreja, onde impera a hipocrisia de bater no peito e fazer pior no dia seguinte. Só mais uma coisa, Pmdal, a Sagrada Escrutura tem sido, ao longo dos séculos, interpretada por homens. Umas vezes melhor,quando cultiva a paz e a solidariedade, outras vezes pior, quando cultiva a denúncia e abandona aqueles que mais precisam, os tais Fariseus.
Não me disponho a responder a qualquer polémica, porque não sou missionário nem me encomendaram sermão. Cada um faça o seu juízo, e que seja em consciência. Mais nada.
Abraço

Fernando Jose disse...

viva Alberto

Daquilo que me foi dado a ouvir da parte do pe Mário, na tertulia e no caminho para a estação de Santarém, qd o fui buscar e levar para o comboio, foi o testemunho de uma pessoa que transpira fé e vende sabedoria. Tudo o que fala é de experiência e as suas ideias são fruto de anos e anos de pesquisa, de estudo e de duvidar sempre, resistir sempre...só assim poderemoa ascender á sabedoria. Mesmo discordando em alguns aspectos do seu discurso, não pude deixar de o ouvir e registar e mais tarde reflectir, pesquisar. O que aconteceu nesta tertulia na Cabana dos Parodiantes e penso em todas as outras que o pe Mário já foi e irá, é aquilo que a maioer parte das pessoas carece nos dias de hoje:
- capacidade de encaixe em tudo aquilo que é exterior ás suas crenças.
- tendencia para se fecharem ao conhecimento alimentando a sua profunda ignorância até ao desespero.

Infelizmente para a maioria deles, quando se aperceberem o fosso em que estão atolados, será demasiado tarde...resta-lhes vigiarem a vida dos outros e invejarem, invejaren até se apagarem da face da terra.
Não restará mais nada que não umas cinzas que nem para estrumarem a terra servem

alberto jorge disse...

Abraço.
Não concordar com TODO o discurso seja de quem for é sinal claro de maturidade e inteligência.
Saúde

Pedro Leitão disse...

Cristo pregou muito mais do que o amor entre os homens.agora, dizer que um padre pode apoiar a homosexualidade, o aborto, o divórcio, não acreditar na divindade e nos milagres de Cristo, negar os santos, rejeitar e criticar a Igreja que diz pertencer, é um abuso e uma desonestidade que pretende apenas enganar aqueles que estão mais mal informados.

alberto jorge disse...

Meu caro Leitão:
Apoiar não quer dizer "gostar de" ou fazer a apologia de dramas que a todos incomodam.É ser solidário com quem sofre, seja quem for e esteja onde estiver.
A homossexualidade não é um estado de espírito. Há alterações genéticas que alteram as orientações sexuais "in utero". Mas pelos vistos não estás informado. Ok, têm sido feitas descobertas fantásticas no campo da genética. INFORMA-TE
Sobre o aborto e o divórcio....ficávamos aqui o ano todo.
Abraço fraterno

estevao disse...

Esta pergunta vai para o meu amigo Alberto Jorge,o Padre Mário já nesse tempo não acreditava na segunda vinda de Jesus da Nazaré?Obrigado

alberto jorge disse...

O Pe Mário nunca falou de semelhante assunto.
Cumprimentos

estevao disse...

Senhor Alberto Jorge,como vocé conviveu de perto com o Padre Mário,poia-lhe fazer essa pergunta sobre a segunda vinda?Obrigado

pmdal disse...

sim, a homosexualidade é genética mas não só, o que se esqueceu de dizer é que quase todos os nossos impulsos são genéticos (pedofilia, cleptomania, etc).e onde entra a moral? o "padre" Mário, defende tudo que seja contra a Igreja Católica acusando-a inclusivé de pagã, e depois tem a coragem de se auto-denominar Padre? além do mais meu caro, Cristo pregou muito mais do que amor aos homens, pregou uma moral que o "padre" Mário não segue nem defende.aliás, o "padre" Mário, acredita em tudo o que é dos homens e não de Deus, o seu "cristo" é um "cristo" morto, filosófico, fraco e piegas...o que vale é que a Igreja sabe bem quem é este senhor.

alberto jorge disse...

Confesso-me derrotado! Haveria muito a dizer sobre o seu comentário mas... acho que não adianta. ( ... )
Eu estou apenas defender um Amigo. O Senhor pretende trucidar um ícone.São intenções demasiado distintas. Mas muita importância terá uma pessoa para o enervar dessa maneira.Ou serão as suas incertezas? Sente-se nestas palavras um ódio inusitado. Olhe, deixe lá.O PADRE Mário há-de morrer...mas, cuidado, há milhares de pessoas a pensar como ele.

pmdal disse...

um ícone? creio que isso era o que o "padre" gostava de ser.mas coitado, apesar dos insultos e provocações, toda a Igreja sabe bem que não passa de alguém um pouco confuso. alguém que constantemente se auto intitula Padre, e tudo o que tem feito na vida é perseguir, ridicularizar, e distorcer a Igreja Católica, e a sua moral, isto para não falar no quanto tem fantasiado sobre a Pessoa de Cristo, tem a coragem de se intitular presbítero. só para rir mesmo.

alberto jorge disse...

Por favor..... acabe com o desfiar de banalidades que são os seus argumentos, companheiro. Ok???
Não estou mesmo interessado em manter esse nível de discussão.
Você vai para o Céu.Mas um Céu à sua medida,onde haja lugar para a calúnia e o ódio.
Por favor, PONTO FINAL.

pmdal disse...

Julguei que a calúnia é dizer que a Igreja Católica (da qual o "padre" diz fazer parte) é paganizada.Julguei que a calúnia era deturpar as palavras de Cristo, fazendo crer aos menos esclarecidos que o aborto é aceitável aos olhos de Deus.Julguei a calúnia era negar a divindade de Cristo e os seus milagres.
Julguei que calúnia, era escrever livros onde destila ódio a uma organização que tanto gosta de dizer que faz parte (mas que toda a gente bem sabe que não).enfim....

estevao disse...

Eu gostaria de dizer a esse senhor pmdal que o Padre Mário é uma excelente pessoa e ele tem razão em desmentir certos dogmas da igreja católica romana!!Esse senhor não deve saber o que diz,pois se cala-se a boca era bem melhor.Um Abraço Fraterno

pmdal disse...

"Jesus de Nazaré – e não o de Belém – não faz milagres, afirmou o Padre Mário. Nasceu como todos os homens e mulheres, de uma mãe Maria, hebraica, e de um pai, provavelmente um soldado romano, a força ocupante do território, que a terá (presumivelmente) violado."
alguém que se diz padre escreve asneiras deste calibre??

alberto jorge disse...

Pá...........você tem cá uma fixação no homem...........

estevao disse...

Oiça caro pmdal o Padre Mário estuda não anda a brincar,e se vocé tivesse um pouco mais de conhecimento via que semelhante desparate(milagres)não acontecem...só para pessoas analfabetas,beatas,enfim analfabetas!Padre Mário SEMPRE!!!

alberto jorge disse...

Já deu para entender que o que esse "Pardal" queria era que ainda houvesse o "SANTO OFÍCIO " Muito se divertiria o pobre diabo.......

estevao disse...

Já agora Pmdal,vocé vive em que século?No primeiro século é que se pensava que tudo o que acontecia eram "obras" de Deus,mas já não vivemos no seu século..se calhar infelizmente para si,porque ainda se pensava que a Terra era plana.Estude ou tem preguiça de ir mais além?

ricardo almeida disse...

Meu caro amigo Aberto Jorge,o P.Mário disse com convicção k Jesus não tinha feito milagres ou foi uma tese?Obrigado e bom dia

alberto jorge disse...

Caríssimo Amigo: Como deve saber, Jesus era uma pessoa extremamente culta, ao ponto de com 12 anos, discutir leis com os doutores do templo. Conhecia, por isso, muitas técnicas que se perderam na Europa, em parte devido à Inquisição. Na Ásia, onde a mão da Inquisição jamais pôs o pé,esses conhecimentos são tradição, e só de há trinta anos para cá começámos a ouvir falar delas. Não me surpreende que apondo as mãos em qualquer lugar do corpo dos sofredores, conseguisse apaziguar os males de que sofriam. Vistos por uma multidão de iletrados, estes gestos eram inexplicáveis que não fosse pela via do milagre,ou assim entenderam os autores da Bíblia. Mas, com franqueza, não faço ideia nenhuma se Jesus operava ou não milagres. A Bíblia diz que sim, e para quem acredita que o Livro Sagrado não falha, é um facto consumado. Mas ainda há 10 anos havia o dogma de que os Papas eram infalíveis porque eram guiados por Deus.......

Nuno Fonseca disse...

Foi por tropeço que aqui cheguei e estes instantes foram de grande risada para mim.

Obrigado ao pmdal por defender a nossa Mãe como tem feito. Há católicos que verdadeiramente o são: são filhos da Sua Mãe. A não confundir com os que o não são: esses são filhos-da-mãe. É dessa mãe que Mário da Lixa recolhe o seu "sacerdócio".

Só os amigos pessoais dele o defendem, e na sua falta de caridade, não compreendem que não é o companheiro de imperiais e tremoços que aqui se critica, mas o péssimo profissional que o ex-padre foi. De livros de reclamações não se pode legalmente colher objecto de difamação.

O que o blogger pmdal fez foi simplesmente asseverar a realidade: Mário da Lixa não expressa o Catolicismo e é claramente adverso a ele. Ninguém com um mínimo de honestidade intelectual é capaz de negar isto. E é lamentável o uso de adhominems proferidos por quem maldisse pessoalmente um indivíduo que apenas opinou. Sendo estes debatedores apologistas de 'polémicos convictos e entusiastas', de 'livres pensantes' (whatever that means) - não lhe negarão que mariodalixem o Mário da Lixa.

Quanto a acusações de os católicos devotos ainda viverem nos antípodas da Humanidade: caros amigos, eu sou da geração que da vossa procedeu, e eu já não acredito na paleomodernidade. Essa ideia de que existe 'progresso' epistémico e que o pressuposto axiomático da fé (donde toda razão deriva) evolui é muito anos 60 para mim. Na pós-modernidade já não temos disso. Ser um católico devoto e crente no dogma como eu, sim, é ser de vanguarda. É ser contracultural até para a contraculturalidade instituída. É ter uma cosmovisão alternativa no tempo em que o alternativo se tornou a regra.

Duarte Lopes disse...

Porque sempre gostei de saber tudo, apesar de nada saber, há muito que procuro documentação que me possa, eventualmente, ajudar.
Não há muito tempo, encontrei um livro que, apesar do "brasilês" em que está escrito, pode ajudar a entender do que o Padre Mário da Lixa fala.
Para quem quiser dar uma olhada nesse livro, deixo aqui o link onde alojei "O Livro Negro do Cristianismo".
Abraço a todos os que crêem e aos que duvidam.


http://www.mediafire.com/file/bg7svy6xs4hhk4v/O_Livro_Negro_do_Cristianismo.pdf

jota disse...

Depois de lêr estes comentarios, observo que as gentes deste país profundo e "FONHONHO" pensam sempre da mesma forma.OU sêja: metem na cabeça aquilo que os pais familiares e amigos lhes ensinaram.Disseram-lhes que era assim e, assim será. Faz-me lembrar aqueles convictos que não viram, não estavam lá mas se disserem o contrário é pecado e blasfemia.Acordem. Não haverá interesses!!!!! Haveria muito mais para a dizer para abrir os olhos a esses fonhonhos...

John Coustos disse...

Padre, independentemente do significado da palavra,é uma especie de titulo porque a ICR designa os que por ela sao ordenados. Suponho que o NOSSO Presbitero tenha direito a esse título, vamos lá, academico; duvido que, por outra razao,dele tenha motivo de orgulho.
Cristo (alias, Yoshua Ben Yuseph, de seu nome)era conhecido pelo titulo de Raby sem que se semntisse em comunhao de ideias cos os demais Rabies.
O padre Mario da Lixa e o Raby Ben Yuseph ou Ben Pantera, tem tanato em comum como a sua ICR tem com Hitler, Estaline, Frnco, Pinochet e outros que tais com a diferença que a ICR, que inventyou as mais barbaras e inconcebiveis formas de tortura, nunca deixanda de fazer derramar sange inocente apoiando regimes Ditaturiais incluindo o do Poder Economico.
E você, seu pedaço nao queira ser cumplice por aliança.

alberto jorge disse...

"Seu pedaço" heheheheheheheh

alberto jorge disse...

"Seu pedaço" heheheheheheheh

alberto jorge disse...

Nuno Fonseca; Entrou a rir, depois chamou "filhos-da-mãe" aos que têm uma opinião diferente da sua, alardeando uma juventude que não reconheço como argumento e, finalmente, sendo seguidor da cultura bíblica, deixa esta joia:

É ser contracultural até para a contraculturalidade instituída. É ter uma cosmovisão alternativa no tempo em que o alternativo se tornou a regra.
O Pe Mário é isso mesmo.

Pardalita disse...

BOAS...

QUERO HOJE, QUASE 3 ANOS DEPOIS DA PUBLICAÇÃO DO CONVITE FEITO AO PADRE MÁRIO, DEIXAR MAIS UM COMENTÁRIO PARA ACRESCENTAR A TUDO O QUE FOI DITO...


NÃO QUE EU QUEIRA FECHAR A PORTA DA DISCUSSÃO, POIS É IMPORTANTE OPINARMOS (FALAR, LER E OUVIR).
CONTUDO NÃO DEVEMOS DEIXAR O NOSSO PONTO DE VISTA CEGAR-NOS.
E SE DIGO ISTO, É PORQUE AO LER TODAS AS OPINIÕES, CONSIDERO QUE TODAS TÊM DIREITO A UM LUGAR.
CONTUDO CONSIDERO AINDA QUE O INSULTO OU A DIFAMÇÃO SÃO FEIOS E QUE POR ESSE MOTIVO DEVE SER EVITADO!


HÁ TANTO DE FEIO NO NOSSO MUNDO, FOME, GUERRA, DOENÇA, MISÉRIA INJUSTIÇA, ETC...
ENUMERÁ-LAS POR VEZES É IMPORTANTE, PARA EVITAR OUTROS ERROS SEMELHANTES, ISTO É IMPORTANTE NA APRENDIZAGEM DE CADA PESSOA, MAS TAMBÉM É IMPORTANTE FALAR DO QUE É BOM.
E DISSO, POUCOS SE DÃO CONTA QUE A PAZ ESTÁ NA IMPORTÂNCIA QUE ATRIBUÍMOS À NOSSA FELICIDADE.

E QUE PARA SERMOS FELIZ BASTA SIMPLIFICÁ-LA, APRECIANDO OS CURTOS MOMENTOS DE CONFORTO E DE SOSSEGO.
ASSIM A FRUSTRAÇÃO DO FALHANÇO SERÁ MENOR...


QUERO TAMBÉM ACONSELHAR A CERTAS PESSOAS PARA TOMAREM CUIDADO DO QUE PODEM QUERER DIZER, NÃO VALE A PENA IRRITARMO-NOS COM O QUE OS OUTROS PENSAM.


COMO A MINHA AVÓ DIZIA-ME: 'NÓS TEMOS DOIS OLHOS E DUAS ORELHAS, E SÓ UMA BOCA, POR ISSO CALA-TE E APRENDE'.

POR ISSO, FORÇA E CORAGEM PARA A CURIOSIDADE DE CONHECER, MAS SOBRETUDO DIVIRTAM-SE...
E NÃO SE ESQUEÇAM DE FALAR MAL DOS POLÍTICOS QUE TÊM ENDIVIDADO O PAÍS! lol

Da Silva disse...

Esse senhor Mário da Lixa não é Padre e não está em comunhão com a Igreja Católica. Tudo o que ele diz é de uma falta de cultura enorme, indo não contra a Igreja Católica, mas contra todas as provas arqueológicas e históricas que a ciência dispõe para falar da vida de Jesus. Uma completa perda de tempo e de qualidade intelectual ouvir esse senhor.

skinworld disse...

Segue o rebanho e cala-te ovelha.

skinworld disse...

Parece o demo biblíco a tentar, a tentar.

skinworld disse...

Moral? Ou controle e manipulação?

skinworld disse...

Só te falta fazeres méééé. Mas realmente é uma amostra daquilo que se amostra devolo. Um fraco se respeito por si mesmo. Mééé tas a precisar é do cajado do teu senhor. Abre os olhos e vê ceguinho.

skinworld disse...

Voce nem aquilo que defense conhece. Se conhecesse o padre Antonio Vieira, sabia desse quando se vê o degredo que tomou a igreja. A ignorância só é Santa a quem lhe convêm. Por isso dá-me asco ignorância como a sua.

skinworld disse...

Ganda besta Humana, dizei-me vós, tendes uma máquina do tempo? Estiveste lá e vistes com vossos olhos? Como vos fundamentais vós criatura prepotênte,curruptor de homens?

skinworld disse...

Acabei de fazer um milagre, que é fazer o enorme feito de o perdoar por acreditar em milagres biblicos. Leia Alice no país das maravilhas porque vai adorar.

skinworld disse...

Nao me parece que a ignorância tenha Lugar no mundo, pois ela é o poder doente e poder. Se ela tivesse Lugar no mundo, o trabalho do padre e de jesus Perdiam todo o sentido. Há que dar autinomia ao ser humano retitar lhe o poder que as domestica criando imperios de destruição.

Anónimo disse...

Meus amigos o Pd Mário diz e escreve coisas certas, coitado de quem o vê quem o ouve e quem o lê, estejam atentos, para tirarem as duvidas basta ir visitar esse homem de perto e conviver por alguns dias com ele de perto, ai vão ver que tudo gira em volta de um interesse O BARRACÃO DE CULTURA, também vão poder observar com os vossos olhos a simples casinha que vive e tanto fala. Porque será que se sente o melhor de todos os homens? Porque diz tão mal da igreja e dos padres e Não existe um sitio onde não se apresente como padre da igreja do porto? Meus amigos algum dia viram aparecer a sua imagem na tv sem aparecer o NOME PADRE MÁRIO? porque é a forma que lhe convém para que as pessoas pensem "este PADRE sim".
Mas nos livros repetitivos que escreve diz que foi expulso e julgado pela igreja, preso pela pide etc. Já algum dia viram alguem ser despedido de uma empresa que os humilhou e até há cadeia os levou e terem orgulho em se continuarem a apresentar como empregados da mesma. Eu NO Lugar dele tinha vergonha de tal acto, mas esse homem é mesmo assim só pensa nele e em seu proveito, outra prova será o tal BARRACÃO QUE HÁ UNS ANOS ATRÁS SE FALAVA QUE IRIA SER EM SERVIÇO DO POVO ACOLHER IDOSOS PARTILHAR CULTURA E SABEDORIA GRATUITA ETC. Passem Lá após a abertura e contem os idosos que lá vão viver e os eventos gratuitos que lá vão existir, (É Lógico Que tudo Custa Dinheiro mas para quê tanto mentir. Já muita gente foi passar uns dias a Macieira com ele eu fui um deles e conheço a vida, livros etc, deixei lá dinheiro etc, já acreditei nele. mas em poucos dias vi que esse homem não passa de um impostor, fui há lixa ainda existia a COMUNIDADE DE BASE DO PRIMEIRO DOMINGO DE CADA MÉS, hoje falida por culpa dele , porque só tem interesse numa coisa é dinheiro para concluir a inutil casa de cultura. Já viram algum escritor que se diz ser o mais inteligente de todos ,que até tem a simples proeza de dizer mal dos outros escritores na contracapa dos seus livros, andar a vender livros aos ricos pelas portas, e aceitar apresentar os seus livros em qualquer sitio incluindo hoteis, programas cor de Rosa etc? Em Forma de "HerbaLife". Eu Não tenho religião nem sou perfeito, nem estou aqui a defender ninguem apenas me custa ver tanta gente enganada, tirem as dúvidas vão lá ver de perto a vida desse homem, vejam com os próprios olhos, porque a vida real existe. Tentem ser recebidos na simples casinha dele, é muito dificil, a mim e todos mandou para casa de uma viuva, que tudo atende e serve a mando do dominio que ele conseguiu sobre ela. Ele diz coisas certas mas não as pratica, repete as frases maiêutico, mercado global, e muitas outras nos seus livros centenas de vezes, já para não falar na mania sonhar que também um dia vai ter sucesso atravez das sua cantigas que já são mais de 2000 no youtube. UM Abraço Para Todos não levem a mal Mas vão ver como vive esse senhor dos pobres e da verdade e da razão de perto como eu fui mas atentos. Quanto a ele continuo a dizer deveria ser tratado precisa de ajuda para ver se ainda se consegue tirar da cabeça dele que é ele o próprio jesus cristo.

Anónimo disse...

Meus amigos o Pd Mário diz e escreve coisas certas, coitado de quem o vê quem o ouve e quem o lê, estejam atentos, para tirarem as duvidas basta ir visitar esse homem de perto e conviver por alguns dias com ele de perto, ai vão ver que tudo gira em volta de um interesse O BARRACÃO DE CULTURA, também vão poder observar com os vossos olhos a simples casinha que vive e tanto fala. Porque será que se sente o melhor de todos os homens? Porque diz tão mal da igreja e dos padres e Não existe um sitio onde não se apresente como padre da igreja do porto? Meus amigos algum dia viram aparecer a sua imagem na tv sem aparecer o NOME PADRE MÁRIO? porque é a forma que lhe convém para que as pessoas pensem "este PADRE sim".
Mas nos livros repetitivos que escreve diz que foi expulso e julgado pela igreja, preso pela pide etc. Já algum dia viram alguem ser despedido de uma empresa que os humilhou e até há cadeia os levou e terem orgulho em se continuarem a apresentar como empregados da mesma? Eu NO Lugar dele tinha vergonha de tal acto, mas esse homem é mesmo assim só pensa nele e em seu proveito, outra prova será o tal BARRACÃO QUE HÁ UNS ANOS ATRÁS SE FALAVA QUE IRIA SER EM SERVIÇO DO POVO ACOLHER IDOSOS PARTILHAR CULTURA E SABEDORIA GRATUITA ETC. Passem Lá após a abertura e contem os idosos que lá vão viver e os eventos gratuitos que lá vão existir, (É Lógico Que tudo Custa Dinheiro mas para quê tanto mentir) Já muita gente foi passar uns dias a Macieira com ele eu fui um deles e conheço a vida, livros etc, deixei lá dinheiro etc, já acreditei nele. mas em poucos dias vi que esse homem não passa de um impostor, fui à lixa ainda existia a COMUNIDADE DE BASE DO PRIMEIRO DOMINGO DE CADA MÉS, hoje falida por culpa dele , porque só tem interesse numa coisa é dinheiro para concluir a inutil casa de cultura. Já viram algum escritor que se diz ser o mais inteligente de todos ,que até tem a simples proeza de dizer mal dos outros escritores na contracapa dos seus livros, andar a vender livros aos ricos pelas portas, e aceitar apresentar os seus livros em qualquer sitio incluindo hoteis, programas cor de Rosa etc? Em Forma de "HerbaLife". Eu Não tenho religião nem sou perfeito, nem estou aqui a defender ninguem apenas me custa ver tanta gente enganada, tirem as dúvidas vão lá ver de perto a vida desse homem, vejam com os próprios olhos, porque a vida real existe. Tentem ser recebidos na simples casinha dele, é muito dificil, a mim e todos mandou para casa de uma viuva, que tudo atende e serve a mando do dominio que ele conseguiu sobre ela. Ele diz coisas certas mas não as pratica, repete as frases maiêutico, mercado global, e muitas outras nos seus livros centenas de vezes, já para não falar na mania sonhar que também um dia vai ter sucesso atraves das sua cantigas que já são mais de 2000 no youtube. UM Abraço Para Todos não levem a mal Mas vão ver como vive esse senhor dos pobres e da verdade e da razão de perto como eu fui mas atentos. Quanto a ele continuo a dizer deveria ser tratado psiquiátricamente precisa de ajuda para ver se ainda se consegue tirar da cabeça dele que é ele o próprio jesus cristo. Se for um Blog Livre Publiquem a minha opinião, comentem e tudo o mais que desejem mas sobre esse tema não me vou pronunciar mais. caso contrário, vão ver com os vossos olhos mas não virtualmente nas redes sociais ou nas apresentações dos livros dele , vão ao local onde vive com os pobres numa simples casinha alugada com a sua baixa reforma, e vejam a quantidade de pessoas que o seguem actualmente, não esquecendo as boas acções diáriamente por si praticadas, o homem até faz algo de bom , mas a maioria é em volta de protagonismo. já foi lutador antigamente , mas a doença do barracão fez com que ele tudo perdesse incluindo os amigos.

Anónimo disse...

Eu com muitas primaveras,sabia que fatima era uma mentira,ensaida por padres,mas o padre Mario de Oliveira,é que veio descubrir que a nossa senhora de fatima foi a jovem Rosa Correia da Silva de 18 anos de Leiria,sobrinha do bispo.O Manuel Lamarosa ao meio dia de domingo com um simples espelho,refletiu os raios solares sobre a Rosa encostada a um chaparro.Gostava de saber do registo civil de Leiria se a Rosa casou e teve filhos.Os padres nunca falam no tribunal do santo oficio em Evora,e dos instrumentos de tortura e de extinção que são 24.Quem escreveu a biblia? Foi o velho trolha de Portalegre?.As religiões vivem +á custa de quem trabalha.

Luisa Fernandes disse...

Ainda bem que este senhor estava em Nazaré há 2000 anos. Para saber o que se passou melhor do que os apóstolos e os contemporâneos de Jesus. O que seria de nós sem ele para nos "esclarecer"!!!

Ana Cristina Lopes disse...

Boa tarde, o meu nome é Ana Lopes e não querendo criticar ninguém venho apenas expor a minha opinião que é a seguinte:

Pelo que tenho observado ao longo dos meus 41 anos de idade, as pessoas bem educadas e bem intencionadas não utilizam formas grosseiras de se exprimir, não usam calão ou gíria, não abreviam palavras, não atacam as opiniões dos outros.
As pessoas bem intencionadas e bem educadas dão a cara, e jamais se escondem através de pseudonimos, siglas do próprio nome. Defendem as suas ideias sem criticar quem pensa de outro modo,e despedem-se sempre de forma amical.

Se houver alguém que leia as minhas palavras e quiser contestar direi o seguinte:
Sei que ainda sou jovem e muito tenho ainda a aprender é certo, mas se pensei e sempre pensei assim concerteza irei pensar melhor e com mais convicção daqui a outros 40 anos. Era bom que a dor me fizesse mudar de ideias, talvez não sofresse tanto por ver tanta ignorância neste mundo. Com afecto,

Ana Lopes